Um spray nasal eficaz contra a COVID-19?

Vamos de spray. Nessa segunda-feira, uma empresa de biotecnologia canadense, a SaNOtize, anunciou que seu spray nasal recebeu aprovação temporária das autoridades médicas para prevenir a COVID-19, em Israel e na Nova Zelândia.

Como assim? É isso que você acabou de ler. Estudos mostraram que o produto, produzido com óxido nítrico, protege as pessoas do vírus quando o corona entra no corpo através das vias nasais superiores.

  • O melhor é que, segundo os testes clínicos, além de prevenir a transmissão, o produto pode também diminuir os dias de infecção e reduzir a gravidade dos sintomas.

Em Israel, o spray, que recebeu o nome comercial de Enovid, deve começar a ser vendido em junho. Na Nova Zelândia, pode começar imediatamente. Uma novidade e tanto.

Falando em eficácia contra o vírus:

Os Estados Unidos liberaram o maior estudo sobre a vacina da AstraZeneca/Oxford até o momento, que demonstrou que a vacina foi 79% eficaz na prevenção de infecções sintomáticas — número maior que o anteriormente observado nos primeiros testes.

Além disso, o imunizante oferece 100% de segurança contra complicações graves e hospitalizações, e se provou muito positivo para idosos, o que ainda não estava tão comprovado nos outros testes.

A relevância… O estudo vem em um momento oportuno e traz um alívio para aqueles que estavam preocupados depois que alguns países da Europa chegaram a parar de aplicar as doses por suspeita de efeitos colaterais adversos.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

NEGÓCIOS

Avisa lá que a Audi voltou

Q3 de volta. Ontem, a Audi anunciou um investimento de R$ 100 milhões para retomar a produção de seus veículos no Brasil, depois

ECONOMIA

Os 100.000 pontos duraram pouco

Pouco, bem pouco. Os investidores se mostraram exigentes ontem — não adianta a economia global subir, tem que subir “de acordo”. 

CHAMPS

Etapa dos líderes

Em qualquer campeonato que percorra vários países do mundo, não há nada como competir em casa. Estar habituado ao local, sentir o clima e,