A economia mundial vai crescer e dias melhores virão

A retração econômica mundial está com os dias contados. Ontem, o FMI — Fundo Monetário Internacional — aumentou a previsão de crescimento global de 2021 para 6%E o melhor: a organização disse que o fim da crise é cada vez mais visível.

Para as economias emergentes, a previsão é ainda maior, de 6,7%. A expectativa para a Índia, inclusive, é um crescimento de 12,5%.

  • Os motivos da confiança? A última rodada de estímulos fiscais nos EUA + a aplicação mundial de vacinas.

Sempre tem um alerta…  O FMI compreende e chama atenção para a disparidade da velocidade entre as aplicações das vacinas entre os países e diz que os governos devem continuar fazendo de tudo para escapar da crise.

Na reunião do FMI de ontem, o ministro da Economia, Paulo Guedes, também enviou um discurso pedindo que haja cooperação internacional na distribuição de vacinas.

  • Para ele, não há investimento com maior retorno para o mundo todo que garantir uma vacinação rápida.

Guedes também disse que a nova onda da pandemia no Brasil gera incerteza sobre nosso país, mas ressaltou o próximo desafio: seguir com as reformas estruturais, que servirão de base para um período de forte recuperação.

No caso do Brasil, o FMI prevê uma alta de 3,7%. Mas lembre-se que o Fundo errou feio sua projeção de queda do PIB brasileiro em 2020, que era de 8% a 9%, sendo que no final das contas o encolhimento foi de 4,8%.

O que mais é destaque no mundo?

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

Uncategorized

Parque eólico na costa brasileira?

O mar está se abrindo. Pode parecer complexo no primeiro momento, mas você vai entender a relevância. Ontem, foi publicado um decreto

ECONOMIA

Maior alta desde 2014

Oil high. O preço do barril atingiu níveis não vistos desde 2014. Ontem, o barril do Brent, que serve de parâmetro

MUNDO

COVID ou ideologia política?

Dado interessante. É um consenso mundial — e com certeza não é novidade pra você —, que o coronavírus tende a ser