Os números da COVID-19 pelo Brasil

Vamos de números. A gente sabe que ninguém aguenta mais gastar tempo vendo notícias chatas e cansativas sobre pandemia…

Estamos bem no meio da semana e quase no meio do mês, um ótimo momento pra darmos aquela olhada geral nos números do coronavírus por aqui. Bem do nosso jeitão: rápido e direto ao ponto.

Casos 🦠

Nesse terça-feira, tivemos 82.186 casos confirmados, e uma média móvel de 70.787, representando uma variação de -6% em relação a duas semanas atrás.

No acumulado, 13.601.566 pessoas têm ou tiveram a doença, o que se refere a 6,44% da população.

Mortes▪️

Nas últimas 24 horas foram 3.687 óbitos, com uma média móvel equivalente a 3.051 por dia, o que representa uma alta de três pontos percentuais em relação à média de 14 dias atrás.

Vacinas 💉

Ontem, 585.272 pessoas tomaram a primeira dose. Desde o começo da campanha de vacinação, foram 32.150.849 doses aplicadas, o que representa 71,60% do total das vacinas já distribuídas para os estados.

Dos vacinados, 24.433.064 receberam a primeira dose — o mesmo que dizer 11,54% da população brasileira — e, ao todo, 7.717.785 pessoas (3,64% da população) já estão totalmente imunizadas.

E o ritmo da imunização? Se analisarmos os últimos sete dias, foram 802.897 vacinas aplicadas a cada 24 horas. Pra ter como comparativo, no final de março essa média estava em 700.648. Um bom sinal.

A coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI) afirmou, nesta terça-feira, que a segunda dose ainda não foi aplicada em mais de 1,5 milhão de pessoas que já estão aptas a receber.

O que mais é destaque no país?

1 comentário

  1. “Ninguém aguenta mais gastar tempo vendo notícias chatas e cansativas sobre pandemia”? Poxa, fui obrigada a vir deixar um comentário aqui depois de ler essa. Com o número de mortos aumentando a cada dia, dizer que as notícias são “chatas e cansativas” é leviano demais (pra não dizer desrespeitoso), galera.

Deixe uma resposta