Além de gelada, a cerveja pode chegar voando

Na última semana, SpeedBird Aero e Ambev anunciaram uma parceria que pode acelerar a entrega de cerveja — ou qualquer outro item — com drones.

Ainda é cedo pra dizer que isso mudaria o jogo do delivery, mas é um começo. O plano é realizar uma pesquisa prática (de software, hardware e operação) para gerar mais know-how sobre a tecnologia por parte da Ambev. Consequentemente, o mercado todo acaba se beneficiando.

O que é interessante… No Brasil, a SpeedBird é a única instituição que tem autorização para realizar voos de drones, que saem do campo de visão do operador — exatamente a concessão necessária para o delivery.

Não à toa, a startup conta com alguns clientes relevantes como iFood, Claro e Mercedes-Benz.

Mas o que é mais legal em tudo isso? A estratégia da SpeedBird para não afetar o trabalho de entregadores com sua tecnologia. A empresa criou um programa de capacitação de motoboys para que eles passem a operar drones, tendo, inclusive, um plano de carreira desenhado com essa finalidade.

O que mais é relevante em tecnologia?

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

TECNOLOGIA

O unicórnio ultra-rápido

Daki. Com apenas 10 meses de operação, a startup brasileira — com um tempero mexicano — se tornou o mais novo

DICAS

A sexta-feira do ano chegou

Dezembro chegou, e com ele a famosa sexta-feira do ano. Libere a tensão para conseguir retomar o rumo na segunda-feira —