O que está acontecendo na Colômbia?

Reforma Tributária, manifestações, mortes. Desde que o governo colombiano propôs uma mudança na cobrança de impostos na semana passada, protestos tomaram conta do país, já tendo resultado em 19 mortes — 18 civis e um policial — e mais de 840 feridos.

Grande parte da população reprovou a reforma, principalmente por causa do aumento de um imposto sobre produtos e serviços, além da ampliação da base tributária. A oposição diz que o governo tenta prejudicar as classes média e baixa.

Segundo o governo, os R$ 33,2 bilhões a serem arrecadados melhorariam as finanças do Estado, dando garantia de continuidade aos programas sociais para os mais pobres.

  • Com as manifestações, o presidente Iván Duque ordenou a retirada da proposta e o ministro da Fazenda renunciou. Apesar disso, os protestos persistiram, pedindo por reformas na saúde.

A opinião internacional: a UE condenou as mortes e pediu calma aos manifestantes e às tropas policiais. A ONU também se posicionou, frisando que recebeu a informação de que foi a polícia que abriu fogo.

Por outro lado… O governo colombiano nega excesso de violência policial, acusando organizações criminosas pela confusão.

Zoom Out: Em 2020, o PIB da Colômbia despencou 6,8% e, em março, o desemprego subiu para 16,8%, sendo que a pobreza já atinge quase metade da população.

O que mais foi destaque no cenário mundial?

Deixe uma resposta