Não trate mais o Snapchat como uma rede social

Você nem deve ter mais o aplicativo do Snapchat baixado no seu celular. Se pensa que, por isso, a empresa está nas piores, está enganado. No seu último relatório, o Snapchat reportou ter mais de 500 milhões de usuários ativos por mês.

Hoje, no entanto, a notícia é outra… A rede social está migrando cada vez mais para ser uma empresa de câmeras e imagens, tornando-se possivelmente, no futuro, uma companhia de Realidade Aumentada (RA).

Como assim? Recentemente, o Snap revelou seus óculos de quarta geração. Eles virão com um componente de tela, sendo verdadeiros óculos de RA, junto com 4 microfones embutidos, 2 auto-falantes e um touchpad. Para entender como funciona, clique aqui.

  • O CEO da empresa, inclusive, acredita que essa tecnologia será uma parte importante da próxima onda da computação.

Outras pistas da mudança…

  1. A empresa anunciou que vai disponibilizar atualizações importantes quanto à câmera de seu aplicativo, incluindo o uso de efeitos de Realidade Aumentada.

  2. Recentemente, foi divulgada também a integração com o Bumble — um aplicativo de paquera que só as mulheres dão o primeiro passo — que permite que os usuários enviem selfies com efeitos do Snapchat para o app.

  3. Além disso, o Snapchat confirmou a compra da WaveOptics — a empresa que fornece os monitores de RA — por US$ 500 milhões.

A concorrência, no entanto, vem forte. A Apple está desenvolvendo seu dispositivo, que deve ser lançado no ano que vem, o Facebook está começando a lançar seu protótipo e a Microsoft já vende headsets HoloLens RA.

O que mais é destaque em tecnologia?

Deixe uma resposta