Atendentes robôs no drive-thru McDonald’s

“Confirmando, sem picles?” O McDonald’s está testando a automatização em 10 drive-thrus de Chicago, através do reconhecimento de voz. Ao invés de um humano, você será atendido por um robô.

  • Segundo o CEO da rede, a tecnologia acerta os pedidos 85% das vezes. No entanto, os empregados (humanos) precisam intervir de alguma forma em 1/5 dos pedidos.

De volta à 2019… Naquele ano, a gigante do fast-food comprou uma tecnologia de reconhecimento de voz através de Inteligência Artificial, a Apprente. Na época, o McDonald’s já tinha informado que planejava usá-la para pedidos nos drive-thrus.

Quando chega no Brasil? Calma lá. É improvável que o software seja implementado tão cedo, já que é bem diferente testar em 10 unidades em Chicago e operacionalizar em todos os 37 mil restaurantes ao redor do mundo.

  • Isso porque a tecnologia precisaria se adaptar a diversos fatores, como língua, sotaque, dialetos, diferenças no cardápio e, até mesmo, promoções.

E a concorrência? Não é a mesma coisa, mas na mesma linha de acelerar e otimizar os pedidos, o Burger King mudou alguns de seus drive-thrus. Nesse caso, a rede adicionou novas pistas e uma esteira que entrega os pedidos aos carros dos clientes.

Aqui está o que mais você precisa saber em tecnologia:

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

NEGÓCIOS

Avisa lá que a Audi voltou

Q3 de volta. Ontem, a Audi anunciou um investimento de R$ 100 milhões para retomar a produção de seus veículos no Brasil, depois