A nova forma de vender produtos no Instagram

Influencers afiliados. Buscando novas formas de monetização, o Instagram anunciou o seu programa de afiliados, que permitirá que os criadores de conteúdo recebam uma comissão pela venda de produtos de terceiros que estejam disponíveis na plataforma.

Como vai funcionar? Quando o influenciador postar uma foto, ele vai poder “marcar” o produto que deseja compartilhar. No momento em que alguém que tenha partido do post efetuar a compra, uma comissão é passada para quem divulgou.

Um ponto de preocupação: Caso não haja uma etapa para aprovação, um revendedor polêmico ou que não tenha nada a ver com a marca pode afetar as vendas do produto ou, até, manchar o nome da empresa.

O passo a passo não está claro, mas o fato é que tio Zuck está querendo cada vez mais incentivar os criadores de conteúdo a usarem suas plataformas.

É aquela velha história… A concorrência tem crescido e os incentivos delas aos influenciadores também. TikTok, Snapchat e YouTube, por exemplo, vêm investindo ($) forte nesse sentidoAs blogueirinhas nunca estiveram tão disputadas. risos.

O Instagram ainda divulgou algumas outras novidades: Agora, os usuários vão poder vincular suas lojas a seus perfis pessoais e criadores de conteúdo poderão ser recompensados se atingirem algumas metas — principalmente nas lives.

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

MUNDO

Nem vem com essa, COVID

Cientistas da África do Sul identificaram uma nova variante do COVID-19, com um número “muito incomum” de mutações, e temem