Só falta fazer exame de sangue

O que o Apple Watch menos é — e tende a ser no futuro —, é um relógio. Segundo a Bloomberg, a Apple planeja incluir sensores de temperatura corporal e de açúcar no sangue em seus próximos smartwatches.

Essas ferramentas fazem parte de um grupo de várias novidades, desde novos modelos, mais básicos e pensados para esportes radicais, a recursos de saúde.

A relevância…

  • Sensor de temperatura: Imagine que você não está se sentindo bem no trabalho e não tem um termômetro. Seu relógio te dirá se está com febre ou não.
  • Sensor de glicemia: Seria uma reviravolta para os diabéticos, que não precisariam mais carregar aparelhos para medir os níveis de glicose no sangue.

Já tem link pra comprar? Hoje, estamos só te apresentando um pouco do futuro. É provável que o sensor de temperatura seja incluído no modelo a ser lançado em 2022, e o de glicose ainda deve demorar mais alguns lançamentos.

Além das bolinhas pra falar que “tá pago” nos stories…

No ano que vem, uma edição “explorer” do Apple Watch também deve vir ao mercado. O modelo colocaria a empresa no mesmo patamar que players como Garmin e Casio, que têm versões queridinhas entre os atletas — de verdade, risos.

O que mais é destaque em tecnologia?

 

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

Deixe uma resposta