Uma greve a cada 4 dias em um dos principais meios de deslocamento

Transporte público em crise. Desde janeiro, o setor teve 41 paralisações, realizadas em 17 estados e no DF, o que nos dá uma greve a cada 4 dias. Antes de mais nada…

A relevância: 44,3% da população brasileira tem no transporte público seu principal meio de deslocamentoNo Sudeste, o percentual chega a 50,7%.

As greves são resultado de uma crise agravada pela pandemia. O sistema é mantido, principalmente, com o valor obtido pela venda das passagens. Durante o isolamento, o número de passageiros caiu e a receita das empresas despencou.

Os impactos: Nos últimos 14 meses, 25 operadoras de ônibus suspenderam suas operações ou sofreram intervenção pública. No período, foram mais de 76,8 mil demissões e um prejuízo de R$ 14,2 bilhões.

Mudando do transporte para a energia ⚡

Ontem, a Câmara aprovou o texto-base da MP que abre portas para privatizar a Eletrobras. O modelo escolhido foi a capitalização: serão emitidas novas ações, que vão reduzir a participação da União na companhia de 60% para 45%. Agora, 10 destaques serão analisados e, em seguida, o texto vai para sanção presidencial.

O que mais é destaque no país?

 

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

NEGÓCIOS

Avisa lá que a Audi voltou

Q3 de volta. Ontem, a Audi anunciou um investimento de R$ 100 milhões para retomar a produção de seus veículos no Brasil, depois