A meritocracia de doses e o dilema da vacinação para empresas

Se há algo que tem tirado o sono dos empresários é o abre e fecha do comércio e tudo que isso envolve para um negócio. Pensando em uma forma de minimizar isso, a Colômbia, aqui na América Latina, resolveu fazer algo diferente, que tem repercutido por lá agora.

O que foi? No mês de abril, o presidente do país resolveu autorizar a compra de vacinas contra COVID-19 pelo setor privado do país. A regra prevê que as empresas disponibilizem os imunizantes aos seus funcionários de forma gratuita.

  • Uma medida que pode ser útil para manter as operações ativas e, ao mesmo tempo, acelerar o processo de imunização da população. Não à toa, algumas empresas colocaram a ideia em prática rapidamente, como foi o caso da Rappi.

O unicórnio colombiano anunciou que iria começar a vacinar seus colaboradores, após a compra de 4 mil doses da Sinovac, das quais 2 mil irão para os seus entregadores.

Até aqui tudo bem, né? 😅

Nem tanto. Só na Colômbia, o app tem mais de 40 mil colaboradores fazendo esse tipo de serviço, número que é 10x maior que a quantidade de doses disponíveis.

O que a Rappi fez: Algo como “Vamos vacinar quem mais se expõe”. A empresa decidiu priorizar aqueles entregadores que mais fazem corridas pelo app, com um único plus: não podem fazer parte dos grupos já vacinados pelo governo, ou seja, no momento, tem que ter menos de 45 anos.

E foi aqui que a coisa esquentou… O critério foi bastante criticado, especialmente no Twitter, sendo comparado com uma espécie de “Jogos Vorazes”e “Black Mirror” da vida real.

  • Segundo os internautas, isso poderia forçar entregadores a ficarem mais tempo online para se tornarem aptos. Basicamente, uma “meritocracia da vacina”.

O que é importante observar: Pela medida, fica a critério único e exclusivo da empresa decidir a ordem das injeções. A única coisa que o Ministério da Saúde da Colômbia diz é que não se pode excluir nenhum trabalhador da empresa.

Zoom out: Ao que parece, não é só o Brasil que gosta de “cancelamentos”, e situações assim podem acabar desestimulando empresas a tomarem a iniciativa de ajudarem na imunização. Food for thoughts…

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

Para se inscrever, clique aqui.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

MUNDO

Nem vem com essa, COVID

Cientistas da África do Sul identificaram uma nova variante do COVID-19, com um número “muito incomum” de mutações, e temem