Código vermelho para a humanidade

Ontem, 234 dos principais cientistas climáticos do mundo deram um alerta claro sobre o agravamento da emergência climática global, já com situações irreversíveis.

  • Trata-se do Relatório Landmark, da ONU. As descobertas, aprovadas por 195 estados membros, descrevem como os humanos estão alterando o planeta.

Qual a relevância? Em novembro, acontecerão as negociações climáticas da ONU. O relatório é, portanto, um resumo da ciência para os líderes mundiais.

Sobre as conclusões

  1. Ficou claro que o homem é responsável pelo aquecimento global;
  2. O aumento do nível normal deve ser irreversível ao longo dos anos;
  3. Nos próximos 20 anos, a temperatura global deve subir 1,5 grau Celsius.

“Nossa, mas só 1,5 grau?” Mundialmente falando, essas mudanças geram chuvas mais intensas em certos lugares e secas mais bruscas em outras regiões, além da acidificação dos oceanos.

Lembre-se das inundações causadas pelas chuvas recentemente na Ásia e na Europa, assim como das queimadas que alastraram a Califórnia e na Austrália nos últimos anos. A tendência, ainda por cima, é piorar.

A esperança: Apesar das más notícias, desde 2013, a colaboração mundial na redução das emissões de carbono foi positiva. Segundo o relatório, se não quisermos apenas chorar pelo leite derramado, essa é a última década para agir.

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

Para se inscrever, clique aqui.

Deixe uma resposta