O grande negócio por trás da contratação de Lionel Messi

Bienvenue. Alguns dias depois do Barcelona anunciar o fim da era Messi, a especulação chegou ao fim. Como muitos esperavam, o destino do craque foi a França.

  • Ontem, Messi viajou para a capital do país e já foi anunciado oficialmente pelo Paris Saint-Germain, para jogar ao lado de Mbappé, Neymar, Sérgio Ramos e cia.

No novo contrato, o jogador receberá a metade do que recebia na Espanha. Aproximadamente 35 milhões de euros por ano (cerca de 214 milhões de reais), além das bonificações extras possíveis.

Isso é o mesmo que dizer quase R$ 5 milhões a cada vez que pisar em campo, considerando apenas as duas temporadas previstas do campeonato francês.

É um investimento… 💰

Tratando-se de um dos maiores jogadores do mundo, não é só o mercado da bola que se movimenta. A marca do time se fortalece e há muito dinheiro envolvido com a base de fãs.

No site da Centauro, por exemplo, desde o começo das especulações sobre a transferência, a média de buscas por ‘PSG’ e acessórios relacionados teve aumento de 93,55%.

  • Só ontem, com a oficialização, as buscas aumentaram mais 57%, em relação à segunda-feira.

Outra curiosidade… Com a chegada do francês Mbappé e, principalmente, do Adulto Ney, a receita geral do PSG saltou de € 486,2 milhões, na temporada 2016/2017, para € 635,9 milhões dois anos depois.

Não é à toa que desde que comprou o clube, em 2011, o Qatar Sports Investments, ligado ao governo do Qatar, já investiu no PSG mais de US$ 1 bilhão para atrair novos jogadores.

Resta saber se, agora, além do sucesso nas planilhas e no FIFA, o retorno no campo vem com o título da Champions. risos. 🏆 #VamoNey

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

Para se inscrever, clique aqui.

Deixe uma resposta