A prisão de Roberto Jefferson e o descompasso entre os três poderes

O final de semana foi movimentado por aqui. Tudo começou na manhã de sexta-feira, quando Roberto Jefferson foi preso, por ordem da Polícia Federal e com autorização de Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal.

O motivo da prisão: Indícios do envolvimento do ex-deputado com milícias digitais que atuam contra o STF e as instituições democráticas.

Quem é ele?

Medalhão na política brasileira, foi Roberto Jefferson quem trouxe o Mensalão à tona, quando afirmou que o PT pagava uma “mensalidade” de 30 mil reais para deputados votarem em leis que favorecessem o governo de Lula em 2005. Clique para aprofundar.

Para alguns, ele era um aliado do atual governo, e seu partido estava entre os cogitados por Bolsonaro para filiação na disputa pela reeleição em 2022. Carlos Bolsonaro, filho do presidente, nega a vinculação.

Mas afinal, por que isso importa?

Mais que uma simples prisão preventiva, o ocorrido reascende o debate sobre a liberdade de expressão no país e até onde as pessoas podem se manifestar livremente, o que influencia, direta ou indiretamente, toda a população.

Para o STF, a liberdade de se expressar não pode ser usada para atacar a democracia. É só se lembrar do que aconteceu com Daniel Silveira, deputado preso em fevereiro por manifestações contrárias aos ministros do Supremo.

Por outro lado, a Procuradoria-Geral da República — órgão que fiscaliza as ações dos três poderes — emitiu uma nota dizendo que prisão é uma censura prévia à liberdade de expressão, o que é vedado pela Constituição Federal.

  • Você pode ver os argumentos da defesa de Roberto Jefferson na entrevista concedida por seu advogado, clicando aqui.

Jair Bolsonaro também se manifestou…

O presidente disse que apresentará ao Senado, nesta semana, um pedido de abertura de processos contra os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso pelos abusos e excessos da Suprema Corte.

Zoom out: O novo episódio demonstra e reafirma a forte desarmonia — quase uma ruptura — entre os três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) em um momento delicado para o país, que ainda enfrenta as consequências da pandemia.

O que mais é importante saber no cenário nacional?

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

Para se inscrever, clique aqui.

Deixe uma resposta