Apple vai parar de cobrar “pedágio” de aplicativos

Uma mudança e tanto. Depois de longas batalhas judiciais, a Apple finalmente vai permitir que aplicativos cobrem taxas ou assinaturas de seus usuários sem depender dos meios de pagamento da companhia fundada por Jobs.

A história… Todo aplicativo que está na App Store — da Netflix até o Spotify — tem que pagar uma espécie de comissão para a Apple sob tudo que comercializam por iPhones, iPads e companhia.

A partir do ano que vem, as empresas poderão instalar formas de pagamentos dentro dos aplicativos que não dependam do Apple Pay, que é o serviço da empresa que coletava os pagamentos nos dispositivos iOS.

Por que isso importa? Ao forçar que os apps usassem seu próprio sistema de compra, 30% de toda receita sobre downloads e assinaturas era destinada à Apple. Com a mudança, os criadores desses aplicativos podem evitar essa taxa.

Takeaway: Não é mudança só para os aplicativos, mas para a dinâmica do mobile commerce como um todo. Mais de 1 bilhão de pessoas usam iPhones no mundo. Executivos de Airbnb, Facebook e várias outras empresas estão sorrindo hoje.

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

Para se inscrever, clique aqui.

Deixe uma resposta