WhatsApp toma multa de mais de 270 milhões de dólares

Dia difícil para o Zuck. Reguladores da União Europeia condenaram o Facebook — ou melhor, o WhatsApp — a pagar uma multa de US$ 270 milhões por violar a lei de proteção de dados local.

O motivo? Ao que parece — e foi comprovado —, o WhatsApp não atendeu aos requisitos de informar aos europeus como suas informações pessoais eram coletadas e usadas.

Além disso, a decisão afirma que a empresa compartilhou informações que não deveria de seus usuários com sua empresa controladora, o Facebook, e com o Instagram, todas parte do mesmo grupo Facebook Inc.

A importância disso: Além de ser a segunda maior multa privacidade da história, representando 0,8% do lucro do Facebook em 2020, a decisão é um grande sinal de maior rigidez por parte dos reguladores contra as grandes empresas de tecnologia.

A chamada “Europe’s General Data Protection Regulation” — o equivalente a nossa LGPD — é considerada a mais rígida dentre todas as legislações de dados e foi a que deu origem e inspirou todas as outras leis do assunto no mundo.

Deixe uma resposta