Como o mercado reagiu à declaração de Jair?

Se na quarta ele estava de ressaca por causa do cenário político, a nota de Bolsonaro foi como um Vonau ou um Tylenol. A carta acalmou os ânimos do mercado e o Ibovespa, que caía 0,6%, chegou a subir mais de 2,6% pouco depois da divulgação.

  • No final do pregão, o índice fechou com alta de 1,72%, aos 115.360 pontos.

Por que isso é relevante? A reação de ontem foi mais uma prova de como Brasília e a Faria Lima têm uma relação íntima — às vezes, tóxica.

De uma forma ou de outra, a nota de Bolsonaro deu um sinal de procura por harmonia, algo essencial para os analistas, que não se dão bem com incertezas.

  • E o dólar? Sentido oposto do Ibovespa. Depois de disparar quase 3% na quarta, a moeda caiu 1,85%, agora cotada a R$ 5,22.

Mudando de assunto… Na macroeconomia, as notícias foram negativas. O IPCA, que mede a inflação, subiu 0,87% em agosto, acima do esperado.

O que mais você precisa saber economicamente falando?

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

Para se inscrever, clique aqui.

Deixe uma resposta