O almoço de Temer e Bolsonaro

Consultoria de Temer? Na manhã de ontem, Bolsonaro mandou um avião para São Paulo, a fim de buscar o ex-presidente para um almoço. Os dois discutiram a crise institucional, e Temer o orientou a divulgar um “manifesto de pacificação”.

  • Bolsonaro seguiu o conselho e divulgou, ainda ontem, uma ‘Declaração à Nação’. Para ler na íntegra, é só clicar.

Os principais pontos:

Bolsonaro disse que não teve intenção de agredir quaisquer dos poderes e que quem está no poder não pode esticar a corda — o Cabo de Guerra? — a ponto de prejudicar a vida dos brasileiros e a economia.

Contexto: Com as declarações de Bolsonaro nas manifestações, a Bolsa teve a maior queda em 6 meses — um reflexo do temor dos investidores com a crise institucional. Outro ponto foram os impactos das paralisações dos caminhoneiros. 

De volta ao texto… O presidente disse que suas palavras foram efeito do “calor do momento”. Ele citou, também, que o embate se deu por causa de discordâncias em relação a decisões de Alexandre de Moraes — indicado por Temer ao STF.

Até ligação teve: Temer fez Bolsonaro e Moraes se falarem ao telefone. Fontes dizem que a conversa foi amena e teve caráter institucional. Se foi suficiente para o mercado se acalmar ou não, você verá na seção de economia. 

O que mais é importante saber no cenário nacional?

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

Para se inscrever, clique aqui.

Deixe uma resposta