A Prevent na CPI da COVID-19

CPI em alta novamente. Ontem, quem depôs à Comissão foi o diretor-executivo da Prevent Senior, que confirmou que a empresa alterava código de diagnóstico da COVID-19.

Como assim? A Prevent é uma operadora de saúde. Seu diretor assumiu que médicos eram orientados a modificarem o diagnóstico dos pacientes que davam entrada com COVID-19 depois de 14 dias no hospital ou 21 dias se fosse para a UTI.

  • Na prática, quem morria de complicações decorrentes da COVID-19 após duas semanas, por exemplo, não entrava para a contagem da doença.

Dessa forma, isso foi visto como uma alteração que gerava subnotificação das mortes, fazendo com que o diagnóstico desaparecesse dos registros de óbitos.

Qual a justificativa: Segundo o diretor, o código de COVID-19 era retirado por não haver mais necessidade de isolamento, não representando mais risco ao hospital.

E aí? O relator da CPI, Renan Calheiros, decidiu, então, incluir o executivo na lista de investigados — não mais depoentes —, vendo indícios de crimes.

Os tratamentos paralelos 

A CPI também recebeu denúncias de médicos e ex-médicos da Prevent de que medicações, como a cloroquina, eram disseminadas, sendo resultado de um acordo entre o governo Jair Bolsonaro e a empresa.

Outros destaques pelo país: 

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

Para se inscrever, clique aqui.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

ECONOMIA

E vamos de leilão…

Muitos bilhões em jogo. Nessa quinta-feira, a Aneel vai leiloar 13 lotes de linhas de transmissão de energia, que podem arrecadar