A indústria de cannabis está bem altinha

High. Os empregos na indústria de cannabis estão em ascensão plena. O emprego nesse polêmico setor cresceu 32% só em 2020. Hoje, mais de 320 mil pessoas fazem parte dessa força de trabalho. 

  • Só para se ter uma ideia, o número de funcionários no setor de maconha legal dos EUA supera o de paramédicospilotos de aeronaves ou engenheiros elétricos.

O que está acontecendo: Durante a pandemia, muitos norte-americanos deixaram ou pretendiam trocar seus empregos (+42%). O fenômeno recebeu até nome: A Grande Renúncia. Se uma das perguntas era para onde eles iriam, parece que temos a resposta.

Mas, por que trabalhar com maconha? Para alguns pode até ser preferência pelo produto — risos — mas, ao que parece, o segmento oferece rotinas mais flexíveis, metas menos desafiadoras e mais valorização.

Um ponto de atenção é que, por se tratar de uma indústria em expansão, ela ainda não está propriamente regulamentada como as demais. Nesse sentido, grupos têm pressionado para estabelecer parâmetros trabalhistas mais modernos e adequados ao “novo normal”, não seguindo o que é feito no varejo.

Zoom Out: A maconha medicinal é legal em 37 estados dos EUA e seu uso recreativo é legalizado em 18 desses. Apesar de ser proibida no nível federal, espera-se que essa indústria atinja US$ 100 bilhões nos próximos oito anos. Você mandaria o currículo? 

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

Para se inscrever, clique aqui.

Deixe uma resposta