O LinkedIn quer mais conexões

Arriscamos dizer que o LinkedIn surgiu inspirado na conversa de sua mãe quando encontra alguém na rua. “Ah, ele(a) está trabalhando em uma empresa enorme! Fez uma pós-graduação, tem que ver, super dedicado(a)”.

  • Mais que uma vitrine de sua carreira e uma vitrine para o time de RH das empresas, o LinkedIn está de olho em uma nova fonte de receita: eventos.

A rede social está fazendo um teste em torno de eventos — especialmente pagos — possibilitando que eles aconteçam na própria plataforma. Ainda não se sabe, no entanto, qual será a taxa cobrada dos organizadores.

Mais detalhes: Os usuários poderão comprar ingressos, e os organizadores terão um painel para monitorar as vendas e gerenciar os eventos.

  • A oportunidade foi vista depois que mais 21 milhões de pessoas participaram de uma ação no LinkedIn Events no ano passado, deixando os executivos atentos.

Além da nova fonte de receita… Com a novidade, o LinkedIn também busca trazer mais atividade para a sua plataforma — afinal, nem os mais instáveis trocam de emprego todo dia e precisam atualizar o status. risos.

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

Para se inscrever, clique aqui.

Deixe uma resposta