Enquanto o diesel disparou, a Bolsa despencou

Abastecer virou sinônimo de pesadelo. A Petrobras anunciou um reajuste de 8,89% no preço do diesel às refinarias, depois de quase 3 meses com estabilidade.

  • O valor médio passará de R$ 2,81 para R$ 3,06 por litro, um reajuste de R$ 0,25. Mas o preço final nos postos depende da cadeia de distribuição.

A companhia explicou que a medida vem para acompanhar a flutuação do combustível no mercado internacional, mantendo sua política de preços.

E mesmo que você não dirija a diesel, a mudança tem impacto direto na sua vida. É só pensar que grande parte dos produtos que você consome — desde o seu almoço, até a sua comprinha na internet — dependem de locomoção a diesel.

Brasília também está de olho: O presidente da Câmara, Arthur Lira, afirmou que o Congresso vai discutir um projeto sobre um valor fixo para o ICMS dos combustíveis como forma de buscar uma redução nos preços.

O tourinho não aguentou… 📉

Não bastasse o diesel, o exterior também pesou. As preocupações energéticas na indústria chinesa, o ambiente ruim na Europa e as expectativas pelo fim dos estímulos do banco central americano também afetaram a Bolsa. Isso sem falar nos ruídos políticos vindos de Brasília.

Com isso, o Ibovespa teve queda de 3,05%, a 110.123 pontos menor nível desde fevereiro. Já o dólar subiu 0,85%, cotado a R$ 5,42.

O que mais é relevante economicamente falando?

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

Para se inscrever, clique aqui.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

ECONOMIA

E vamos de leilão…

Muitos bilhões em jogo. Nessa quinta-feira, a Aneel vai leiloar 13 lotes de linhas de transmissão de energia, que podem arrecadar