O home-office vai ficar diferente

Mudança para os portugas. Ontem, o Parlamento de Portugal aprovou novas leis que regulamentam o trabalho remoto — ou home-office, pros mais íntimos.

  • Basicamente, além de ter que aumentar o salário para custos como energia e internet, as empresas não poderão entrar em contato com seus funcionários depois do final do expediente. Mandou mensagem, é multa.

A exceção são “circunstâncias excepcionais”. Além disso, a aprovação regulamenta coisas como a obrigatoriedade de um encontro presencial a cada dois meses, para evitar o isolamento dos empregados.

Por que é relevante?

Quando Portugal, que é bem visto na área do Direito, toma uma medida desse tipo, indica uma tendência de discussão do tema em outros países  já que o home office atingiu os quatro cantos do mundo.

De um lado… A medida pode trazer dor de cabeça pras empresas, com maior preocupação em relação a processos trabalhistas e burocracias, o que pode dificultar o processo de contratação, por exemplo.

Do outro… Trabalhadores podem ter seus direitos registrados explicitamente, conseguindo embasamento na lei para não responder a “mensagem (nada) urgente” do chefe… risos.

Quando tempo vai demorar para os nossos dias de trabalho com pantufa e calça de pijama serem regulamentados?

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

DICAS

Eu ouvi sextou?

Já deu pra sentir aquele gostinho do final de semana chegando? Se ainda não bateu a animação, siga as nossas dicas