Por que o mercado erótico fisgou a Magalu?

Um nicho e tanto. Recentemente, a Magalu anunciou sua entrada em um segmento pra lá de lucrativo, mas que ainda possui muito tabu na sociedade: o bem-estar sexual. A empresa acaba de anunciar uma seção exclusiva em seu site para essa categoria.

O motivo? Abocanhar parte desse mercado que foi muito impulsionado durante a pandemia, graças ao isolamento social, e que promete ser cada vez mais virtual e menos percebido como “promíscuo”.

Três dados interessantes:

A Magalu não está inventando a roda. A Nordstrom, grande rede de departamento norte-americana, também criou em seu catálogo uma seção de bem-estar sexual nos últimos meses.

Olhando de cima: A estratégia faz parte do lema “Tem na Magalu”, em que a varejista quer se posicionar como a loja em que se compra qualquer coisa no Brasil, até mesmo produtos eróticos.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

DICAS

Eu ouvi sextou?

Já deu pra sentir aquele gostinho do final de semana chegando? Se ainda não bateu a animação, siga as nossas dicas