O que diminui a proteção das vacinas?

Complicadores. Já estamos cansados de saber que, com o passar do tempo, há uma queda na proteção induzida pelas vacinas da COVID-19. No entanto, um novo estudo japonês — com base na vacina da Pfizer — trouxe alguns outros fatores para isso

Quais são eles?

  1. Fumo;
  2. Gênero;
  3. Idade.

Segundo o estudo, a proteção dos mais velhos cai mais rápido que a dos mais jovensuma vez que seu sistema imunológico não funciona mais da mesma forma. Mas há um alerta: fatores como hipertensão podem influenciar nos resultados.

No quesito gênero, a proteção das mulheres caiu 6,5% mais rápido que a dos homens. No entanto, outros estudos mostraram exatamente o contrário.

Por fim… e mais importante: o principal fator que o estudo descobriu foi o tabagismo, o mais correlacionado com títulos de anticorpos mais baixos.

Pode ser uma boa hora para mandar para seu amigo fumante: “Se você continuar fumando, sua vacina será eficaz por menos tempo”. Quem sabe serve de impulso?

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

MUNDO

Nem vem com essa, COVID

Cientistas da África do Sul identificaram uma nova variante do COVID-19, com um número “muito incomum” de mutações, e temem