Alexa, o que você faz além de tocar músicas e ativar o despertador? 🔊

O potencial da Alexa é muito maior do que você imagina. Nos últimos anos, a assistente virtual desenvolvida pela Amazon passou a oferecer um número cada vez maior de funcionalidades. Veja como foi esse crescimento:

 

Dentre os mais de 100 mil comandos da Alexa, estão, por exemplo, a possibilidade de você pedir comida em um aplicativo, uma corrida no Uber, fazer compras para você ou te contar o placar de uma partida de futebol.

Uma gama enorme de possibilidades, que aumenta a cada ano. O que será que ela ainda pode fazer?

Mas a Alexa foi a pioneira? 📢

Aí vem algo que voce talvez não sabia. Bem antes da Alexa, o Google, ainda em 2013, adicionou a possibilidade de fazer pesquisas através de comandos por voz. Um ano depois, foi a vez da Apple, que atualizou a Siri para funcionar de forma parecida.

A ativação por voz, portanto, não foi criação da Amazon — mas tudo mudou com o lançamento do Echo pela varejista de Jeff Bezos, dando início a um grande processo de evolução do mercado de smart speakers.

  • Calma, Echo? Para dar nome aos bois, a Alexa é a voz que responde às suas perguntas por meio de inteligência artificial e o Echo é o aparelho da Amazon.

Falando no dispositivo, o Echo se tornou muito mais robusto e aprimorado do que seus concorrentes. Ele oferece diversas possibilidades de integração com smart homes e outros recursos que eles os demais não possuíam. Nesse mercado — e em muitos outros — a Amazon é líder. Veja:

Mas tem polêmica envolvida… 😳

Com a revolução digital, a preocupação com dados cresceu exponencialmente — e a sua voz é um dado e tanto. Ao fazer uma pergunta à assistente de voz da Amazon, ela grava sua voz e a manda para os servidores da companhia para obter a resposta.

Portanto, se pensarmos que a Alexa te escuta, tem acesso às suas preferências e armazena tudo o que você fala, surge um alerta e tanto…

Acerca disso, a Big Tech alega que seus produtos são projetados para registrar o mínimo possível — desde quando você fala “Alexa” até o final do comando.

O que fazer? Pelas configurações do dispositivo é possível excluir gravações armazenadas pela empresa, embora alguns dados não possam ser excluídos.

Ter seus dados é fundamental para a empresa 🦄

A Amazon armazena informações como altura, peso e saúde, etnia, direcionamento político, hábitos de leitura e de compra e histórico dos produtos adquiridos.

  • Nesse sentido, há uma frase que define bem o mundo atual — e os objetivos da empresa de Jeff com a Alexa: Data is the new oil.

O principal objetivo da Amazon com a Alexa não é ganhar dinheiro, mas sim, obter dados — por essa você não esperava.

Imagine quão profundamente seria possível conhecer seus clientes se você estivesse na casa deles, ouvindo muitas de suas dores e dúvidas diariamente.

Com um volume cada vez maior de dados, além de melhorar a inteligência da Alexa, a Amazon consegue recomendar produtos com mais precisão. Como resultado, o e-commerce — a principal frente da empresa — nada de braçada.

Sabe o que é melhor? Se você ainda não uma, pode comprar uma Alexa por apenas R$ 199,00. É um mundo de possibilidades com desconto de mais de 60%  — patrocinado pelo denilson. Depois, você poderá ouvir nossas notícias por lá.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

MUNDO

Nem vem com essa, COVID

Cientistas da África do Sul identificaram uma nova variante do COVID-19, com um número “muito incomum” de mutações, e temem