“Eu gostaria que elas nunca tivessem sido inventadas”

Essas foram as palavras de Charlie Munger, um dos investidores mais respeitados e admirados do mundo — sócio e grande companheiro de Warren Buffett — sobre as criptomoedas.

De onde vem essa raiva toda? Não é de hoje que Munger não é fã desse tipo de ativo e seu principal argumento é que criptomoedas são contrárias aos interesses da civilização, até mesmo por serem tão úteis para sequestradores e estelionatários.

Momento… O interesse por ativos digitais nunca esteve tão alto, com o mercado de criptomoedas ultrapassando o valor de US$ 3 trilhões no último mês e as principais moedas, como bitcoin, atingindo recordes jamais vistos.

Evolução do Bitcoin nos últimos 5 anos:

“Mais louco que o boom das pontocom”

Charlie, na mesma entrevista, também emitiu palavras duras sobre o mercado atual, comparando-o ao boom do pontocom do final da década de 1990, que acabou em um colapso.

Bottom-line: Com 97 anos de idade, o vice-presidente da Berkshire Hathaway continua sendo uma voz extremamente relevante no mercado financeiro mundial, capaz de direcionar gestores e tomadores de decisão. Estaremos de olho…

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

ECONOMIA

E vamos de leilão…

Muitos bilhões em jogo. Nessa quinta-feira, a Aneel vai leiloar 13 lotes de linhas de transmissão de energia, que podem arrecadar