Menino Ney e Tio Zuck juntos

Estratégias. A Meta — novo Facebook, para quem ainda não se acostumou — anunciou, ontem, que Neymar Jr. será o novo rosto de criação de conteúdo do Facebook Gaming.

  • O que o craque vai fazer? O astro do Paris Saint-Germain deve promover lives mensais na plataforma de games de Zuckerberg, já a partir de hoje.

O contrato é de exclusividade e também inclui a produção de conteúdos em vídeo voltados ao Instagram do jogador — imagine o quanto custou para aparecer para os 166 milhões de seguidores de Neymar.

Segundo o jogador, a parceria faz todo sentido, já que o mundo dos games sempre foi uma de suas grandes paixões — depois do futebol, claro.

Inclusive, Neymar é um dos protegidos de Zuck 🙏🏻

Ele era um dos nomes listados nos documentos do Facebook para um programa que isentava celebridades de punições pelas políticas da plataforma — mesmo quando cometesse uma infração.

Zoom out: A aposta da Meta é dominar o mercado de games, que é beeem maior que você imagina. Caso queira entender mais sobre esse setor, aprofunde aqui.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

CHAMPS

A primeira parte já foi

As competições sul-americanas tiveram os primeiros jogos do mata-mata nesse meio de semana. Com jogos cheios de situações interessantes, foi estabelecida uma marca incrível e

CHAMPS

A maior competição do ano

A rainha das provas do ciclismo começa hoje, em Copenhagen. O Tour de France é a maior competição do calendário do mundial, aliando glamour,

CHAMPS

Alívio no meio do furacão

A crise financeira ficou tão fora de controle, que o Barcelona teve que ver o maior jogador da sua história ir embora.

CHAMPS

Onde tudo começou

Nesse final de semana, acontecerá a nona etapa da Fórmula 1 em 2022, com o GP da Inglaterra. O circuito escolhido

MUNDO

Sinal de alerta nos Estados Unidos

Os economistas estão atentos. Foram divulgados, ontem, os gastos dos consumidores dos EUA em maio, trazendo más notícias — o PIB da maior economia