Conectando médicos e pacientes para melhorar a experiência

💰 Modelo de negócios

Doctoralia nasceu para resolver o problema da dificuldade do acesso dos pacientes a profissionais de saúde — e vice-versa —, do pré ao pós-atendimento.

A empresa possui marketplace, com mais de 700 mil profissionais de saúde, integrado a um software médico com recursos que abrangem toda a jornada do paciente até o consultório.

  • Incluindo agendamento online de consultas, chat privado com pacientes, envio de lembretes automáticos de atendimentos, prontuário eletrônico e atendimento por telemedicina, por exemplo.

A Doctoralia opera através do modelo de Software as a Service (SaaS), com o profissional da saúde sendo responsável pelo pagamento da assinatura. O plano Premium anual, que sai por 12x de R$ 599,00, dá acesso ao marketplace e a todos os recursos do software médico.

👫 Quem está por trás desse negócio?

O Grupo DocPlanner foi fundado em 2010, na Polônia, por Mariusz Gralewski, tendo adquirido a espanhola Doctoralia em 2016. (Ao clicar, você vai pro LinkedIn dele).

📈 Recebeu investimentos?

A Doctoralia faz parte do Grupo DocPlanner e essas foram as captações feitas:

  • Series A: US$ 3 milhões — Point Nine e Piton Capital (ago/2013);
  • Series B: US$ 10 milhões — European Bank for Reconstruction and Development (mai/2015);
  • Series C: US$ 20 milhões — Target Global (mai/2016);
  • Series D: € 15 milhões — Kaya (mai/2017);
  • Series E: € 80 milhões — One Peak Partners e a Goldman Sachs Private Capital Investing (mai/2019).

🙋‍♂️🙋‍♀️ Maior desafio

“Conquistar o reconhecimento de pacientes e profissionais de saúde como a plataforma mais completa e humana do setor, presente em todas as etapas da jornada do paciente em versão digital.”

💼 Vagas em aberto na empresa

Veja as vagas aqui.

🔮 Nossa análise

O Brasil é gigante e todos os brasileiros têm demanda por médicos — desde os que moram nas grandes metrópoles até os residentes de comunidades no meio da Amazônia.

Para um médico chegar a essas pessoas é muito difícil e custoso. Como resolver isso? Através do digital, que permite que grandes médicos de todos os cantos do país se conectem aos seus pacientes.

  • Se antes eram necessárias horas de barco, avião ou carro, agora os médicos e seus pacientes se conectam em segundos.

Por ser um marketplace, a Doctoralia depende de duas pontas: médicos e pacientes. Em seu blog, a empresa faz um belo trabalho de produção de conteúdo focada em médicos, o que pode trazer um bom rankeamento dos artigos deles no Google, contribuindo para atrair cada vez mais médicos para a plataforma.

Um fato muito positivo que pode facilitar a vida da Doctoralia é a chegada da Starlink — internet via satélite da SpaceX — no Brasil, que fornece internet a preços acessíveis para áreas remotas do planeta.

  • Quanto mais gente com internet e longe de grandes centros, maior o mercado que a Doctoralia terá para explorar.

Também é importante destacar que o modelo da Doctoralia vai além do atendimento digital. A empresa permite que pacientes encontrem especialistas para suas necessidades, para, então, irem presencialmente ao consultório.

Assim, a Doctoralia permite que médicos criem sua reputação online, onde seus pacientes poderão ver suas formações e avaliações de outros pacientes, tendo em vista que, antes, sempre que precisávamos de um médico, pedíamos indicações para amigos e familiares.

  • Atualmente, também procuramos médicos na internet e nas redes sociais. Dessa forma, é essencial que os médicos prezem pela reputação, de forma a gerar boca boca online.

Outro ponto positivo que chamou nossa atenção foi que os médicos da plataforma respondem perguntas dos usuários, o que é muito positivo. Quem nunca esteve com uma dor no dedinho do pé e, ao “consultar” o Dr. Google, foi “diagnosticado com uma grave doença? risos.

Ponto de atenção: Com a pandemia, muitos hospitais criaram portais de atendimento online, o que traz uma maior confiança ao paciente, que, ao invés de ser atendido em uma “plataforma qualquer”, será por um hospital que ele já confia.

  • Essa mudança pode ser uma oportunidade para a Doctoralia. Seré que não valeria a pena fazer parcerias com hospitais para integrá-los em sua plataforma, de forma a atrair mais pacientes e médicos? Fica a reflexão.

Por fim, vale destacar que o mercado de healthtechs, de 2015 a 2020, levantou US$ 430 milhões, indo de 265 startups investidas para quase 550. Assim, a empresa terá um grande desafio pela frente: Como manter-se atual, inovadora e à frente dessas tantas empresas?

💸 Investiria nesse negócio?

Clique aqui e responda se você investiria nesse negócio. By the way, não se esqueça de nos seguir. Queremos bater 10 mil seguidores logo.

📚 Para aprofundar

🪤 Lembre-se: Nenhuma análise aqui é comprada ou possui interferência das empresas estudadas, é 100% independente. Caso queira enviar alguma empresa para nosso time analisarfique à vontade. É só clicar aqui.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

MUNDO

Dinamarca volta ao antigo normal

Que marco. Em um momento de recorde de casos de COVID, a Dinamarca resolveu fazer o contrário do esperado, suspendendo as restrições

DICAS

Chegou a hora de curtir

Chegou a sexta-feira… Tem que respeitar o momento do descanso. Tem hora pra tudo e esperamos que você tire seu tempo