Demissão generalizada? Veja o fenômeno que está acontecendo nos EUA 😱

Imagine a seguinte situação: você chega no seu fast-food favorito e escolhe aquele lanche que te dá água na boca, mas, na hora de comer, percebe que as mesas estão interditadas e será preciso comer em outro lugar.

Provavelmente, você se perguntaria o motivo, já que não tem ninguém comendo lá e as mesas estão todas vazias. Certamente, não seria uma situação nem um pouco agradável.

O fenômeno — que iniciou no fim do ano passado e vem se intensificando — está sendo chamado de “Great Resignation”. São milhões de trabalhadores, de diversos setores, deixando seus empregos todos os meses por livre e espontânea vontade. Veja os números:

Inclusive, esse fenômeno virou até trend no TikTok 🎵

Muitos jovens, insatisfeitos com seus trabalhos, estão filmando o momento em que pedem demissão e postando nas redes sociais. A trend #QuittingMyJob, no TikTok, já conta com 65 milhões de visualizações no aplicativo. Clique para ver um dos vídeos mais populares.

Mas por que as pessoas estão se demitindo? 👋

As razões são diversas. Aqui vão algumas das principais:

Outro fator que pode estar influenciando nas demissões 💸

Durante a pandemia, o governo norte-americano ofereceu auxílios para a população, com o objetivo de amenizar o problema causado pela pandemia. No entanto, há um debate se isso acabou criando outro problema.

O alto valor diponibilizado pelo governo para seguro desemprego pode ter feito trabalhadores largarem seus empregos para viverem do subsídio, sem a necessidade de trabalhar, mas ganhando o mesmo — ou até mais — do que antes.

Por outro lado, talvez o impacto dos auxílios não seja tão forte, tendo em vista que alguns estados que cortaram os benefícios não viram um efeito tão significativo no crescimento do empregoDe qualquer forma, vale o questionamento.

Como as empresas estão reagindo? 😨

Não tem como citar esse fenômeno sem falar sobre quem mais sofre com ele: as empresas. A falta de mão de obra prejudica a produção, atrasando a recuperação dos negócios e a retomada da economia.

Por conta dessa escassez de profissionais, muitas empresas fizeram campanhas agressivas para atraí-los. Quer exemplos? A Amazon prometeu pagar a faculdade de auxiliares de depósito. Já o McDonald’s chegou a pagar para que pessoas participassem de entrevistas de emprego.

Dica valiosa para evitar esse problema | Let’s talk bizness 🦄

Em poucas palavras, o mais importante em situações como essa é ter empatia, isto é, saber ouvir os colaboradores para entender quais são suas dores, desejos, ambições e momento de vida.

Assim, é possível criar um ambiente mais agradável, onde as pessoas sintam-se bem e queiram continuar trabalhando. Também existem outras estratégias muito boas, então aqui vai um artigo de Harvard bem legal sobre isso.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ