Da-lhe ofertas…

Ano movimentado. Em 2021, a Bolsa brasileira teve 45 IPOs e 26 follow-ons, movimenando R$ 126,9 bilhões no total. Antes, vamos aos conceitos:

  • IPO: É quando uma empresa, que tinha capital fechado, começa a negociar suas ações na Bolsa
  • Follow-on: É o processo quando uma empresa já listada na Bolsa decide ofertar mais ações, em uma oferta secundária.

O primeiro modelo levantou R$ 65,2 bilhões e, o segundo, R$ 61,6 bilhões. Combinado, o montante ficou atrás apenas de 2010 — quase um recorde.

Os setores que mais se destacaram foram o de tecnologia, com 11 IPOs e quatro follow-ons, e o de saúde com cinco ofertas primárias e três ofertas secundárias.

Foram muitas ofertas, mas a maioria não deu tão certo (por enquanto). Em um ano em que o Ibovespa acumulou queda de mais de 14%, apenas 22,7% das empresas que abriram capital em 2021 ficaram no positivoo resto desavlorizou.

Para 2022, é claro que esperamos bons números, mas o cenário de eleições deixa tudo mais conturbado. De qualquer fora, que vanham muitos dias de tourinho pela frente.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

MUNDO

Dinamarca volta ao antigo normal

Que marco. Em um momento de recorde de casos de COVID, a Dinamarca resolveu fazer o contrário do esperado, suspendendo as restrições

DICAS

Chegou a hora de curtir

Chegou a sexta-feira… Tem que respeitar o momento do descanso. Tem hora pra tudo e esperamos que você tire seu tempo