Facilitando o acesso à energia solar ☀️

💰 Modelo de negócios

A Holu é uma greentech (empresa que usa a tecnologia para reduzir os impactos humanos na natureza) originada na Europa e que chegou ao Brasil para trabalhar com tecnologia a favor da sustentabilidade.

A startup possui um marketplace para projetos de energia solar, que conecta o consumidor final com toda cadeia de valor, de forma a simplificar e facilitar o processo necessário para que os clientes passem a produzir sua própria energia.

  • Mas como isso funciona na prática? A Holu compara diversas propostas de sua rede de fornecedores e instaladores e apresenta os melhores preços para o projeto solar, de acordo com o endereço e consumo de energia de cada cliente.

Depois de definir o projeto, a empresa cuida de todos os outros processos: compra de equipamentos, instalação e toda a burocracia com a concessionária de energia, para que, então, os clientes tenham acesso a uma energia mais acessível e eficiente.

O investimento médio é de R$ 30 mil para as residências, com a possibilidade de financiar em até 72x.

👫 Quem está por trás desse negócio?

A Holu foi fundada em abril de 2020 por Rodrigo Freire e Guilherme Braga(Ao clicar, você vai pro LinkedIn deles).

📈 Recebeu investimentos?

A Holu foi criada pela empresa norueguesa Otovo — o maior marketplace online de energia solar na Europa.

Logo em seu início, a Holu contou com investimentos da própria Otovo, do Grupo Gera (referência em soluções completas de energia renovável no Brasil) e executivos da McKinsey e de multinacionais do setor de energia.

🙋‍♂️🙋‍♀️ Maior desafio

Conscientizar os clientes sobre os benefícios da energia solar, vencendo mitos antigos (“energia solar é cara e complicada”), para que possamos ampará-los nessa jornada de se livrar da conta de luz.”

💼 Vagas em aberto na empresa

Você pode saber mais aqui.

🔮 Nossa análise

Recentemente, no Brasil, viemos enfrentando crises hídricas bem severas. Em 2021, a Usina Hidroelétrica de Itaipu (a maior do Brasil) registrou sua menor produção de energia nos últimos 26 anos.

Qual é a relevância disso? Atualmente, 65% da energia gerada no Brasil vem de usinas hidrelétricas, ou seja, somos muito dependentes dessa fonte. Com as secas, além de uma possível escassez de energia — em caso mais extremo —, o preço da energia tende a subir.

  • Uma forma de minimizar essa grande dependência das hidrelétrica é através do uso de outras fontes energéticas, como biomassa, eólica e… adivinhe: a energia solar.

A energia vinda da luz solar vem ganhando bastante espaço no Brasil. Não por acaso, somos o país de maior potencial de irradiação solar do mundo. Somente em 2020, a instalação de painéis solares cresceu 70% em relação ao ano anterior, gerando 7,5 gigawatts — quase metade da hidrelétrica de Itaipu.

Já em 2021, o Brasil bateu um novo recorde, ultrapassando a marca histórica de 13 gigawatts gerados por energia solar, o que mostra que o setor vem crescendo a passos largos.

Diversos comércios e residências estão optando pela instalação de placas de captação de energia solar para reduzir a conta de luz, afinal, o investimento em placas solares pode ser alto, mas esse valor é compensado no longo prazo, trazendo economias.

Nesse contexto, a Holu está muito bem posicionada. A empresa traz comodidade aos clientes, uma vez que consolida todos os processos necessários para que eles comecem a gerar sua própria eletricidade.

  • Fazer isso por conta própria, sem conhecimento técnico do assunto, pode ser bem complicado. Portanto, a expertise da Holu — e da controladora Otovo — possui um grande valor.

Falando na Otovo, a empresa também é uma grande força da Holu, pois é bem consolidada no setor — tendo até capital aberto. Além da proteção financeira que isso traz, há todo o know-how é aproveitado.

Por fim, pensando nas ameaças do negócio… O serviço prestado pelos parceiros é bastante especializado e sensível. Como garantir a entrega e funcionamento do sistema inteiro? Além disso, como manter um padrão de qualidade desses fornecedores? São algumas perguntas que valem a reflexão.

O que você faria se fosse o CEO? 🤔

Ler é fácil, difícil é fazer. Nos conte aqui o que você faria se estivesse no lugar dos founders. Qual seria sua estratégia, plano de ação, etc?

📚 Para aprofundar

🪤 Lembre-se: Nenhuma análise aqui é comprada ou possui interferência das empresas estudadas, é 100% independente. Caso queira enviar alguma empresa para que nosso time analisarfique à vontade. É só clicar aqui.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

MUNDO

Dinamarca volta ao antigo normal

Que marco. Em um momento de recorde de casos de COVID, a Dinamarca resolveu fazer o contrário do esperado, suspendendo as restrições

DICAS

Chegou a hora de curtir

Chegou a sexta-feira… Tem que respeitar o momento do descanso. Tem hora pra tudo e esperamos que você tire seu tempo