Menos um na briga pelo seu delivery

É hora de dizer tchau. Ontem, o aplicativo de delivery Uber Eats anunciou que vai deixar de fazer entregas de restaurantes a partir de 8 de março. Depois disso, só itens de supermercado e lojas.

Por que saíram do jogo?

Ao que parece, a desistência é parte de um reposicionamento global da marca, que está fechando operações em lugares não tão rentáveis. Apesar do boom trazido pela pandemia, números mostram que o iFood não quer deixar espaço pra ninguém.

O Uber Eats, então, deu a mensagem de “pode ficar com esse segmento aí”, o que a associação de bares e restaurantes viu com muita apreensão, por representar uma perda maior ainda de competitividade — o monopólio quase nunca é positivo.

Mas o Uber Eats já tem uma carta na manga 🃏

O aplicativo vai focar em três frentes. A Cornershop by Uber, para serviços de entrega de compras de supermercados, atacadistas e lojas especializadas, de entrega de pacotes pelo Uber Flash e o Uber Direct, uma opção corporativa.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

MUNDO

Dinamarca volta ao antigo normal

Que marco. Em um momento de recorde de casos de COVID, a Dinamarca resolveu fazer o contrário do esperado, suspendendo as restrições

DICAS

Chegou a hora de curtir

Chegou a sexta-feira… Tem que respeitar o momento do descanso. Tem hora pra tudo e esperamos que você tire seu tempo