Se não se vacinar, vai ter que pagar

Táticas para incentivar a vacinação têm sido usadas no mundo todo. O governo de Quebec, no Canadá, no entanto, está sendo bastante inovador.

Primeiro, veio a exigência da vacinação para comprar maconha e álcool, que, inclusive, fez com que o número de pessoas para receber a primeira dose aumentasse mais de 400% em uma semana. Mas, agora…

As autoridades da província de Quebec, que registrou o maior número de mortes relacionadas à COVID no Canadá, decidiram acertar o lugar que mais pesa para o cidadão: o bolso. 💸

  • Como assim? A partir da agora, será cobrado um “imposto de saúde” para os moradores que não estiverem vacinados.

A justificativa… Apenas 12,8% dos moradores de Quebec não são vacinados, mas eles representam quase metade de todos os casos hospitalares.

Levando isso em consideração, o primeiro-ministro defendeu que a medida seria uma questão de justiça para os 90% da população que “fizeram seu dever de casa”, mas estão sendo prejudicados pela sobrecarga no sistema de saúde em razão daqueles que não vacinaram.

A polêmica: As restrições para aqueles que se recusam a vacinar são comuns em quase todo o mundo, mas a imposição de um imposto é uma medida rara e controversa, que pode gerar uma profunda discussão sobre direitos individuais e responsabilidade social.

Mas não foi só o Canadá que resolveu apelar para o bolso…

🇬🇷 Gregos com mais de 60 anos vão ter que pagar uma multa de 100 euros por cada mês em que permanecerem não vacinados.

🇸🇬 Já na Cingapura, pacientes com COVID que não estiverem vacinados são obrigados a pagarem suas próprias contas médicas no sistema público.

Alguns especialistas defendem que ainda existiriam outras opções menos dramáticas, como expandir a exigência dos comprovantes de vacinação.

Uma minoria, por outro lado, argumenta que a “punição” é injusta, destacando, por exemplo, os elevados gastos de saúde pública com o tabagismo. 

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

MUNDO

Dinamarca volta ao antigo normal

Que marco. Em um momento de recorde de casos de COVID, a Dinamarca resolveu fazer o contrário do esperado, suspendendo as restrições

DICAS

Chegou a hora de curtir

Chegou a sexta-feira… Tem que respeitar o momento do descanso. Tem hora pra tudo e esperamos que você tire seu tempo