Os preços dos testes de COVID estão abusivos?

Um efeito da clássica lei da oferta e demanda. Depois de receber denúncias de aumentos abusivos nos preços dos testes para COVID-19, o Procon de São Paulo decidiu — e começou — a realizar a Operação Teste COVID-19 – Sem Abusos”.

O que está acontecendo?

O resultado… Quando a demanda sobe e a oferta diminui, os preços aumentam — e, ao que parece, isso está acontecendo de forma excessiva com os testes. Segundo um diretor do Procon, há casos de exames que iam de R$ 50 a R$ 90 e pularam para R$ 350 a R$ 400.

“Como assim, ao que parece?” A entidade vai verificar se há mesmo uma falta de estoque ou se os estabelecimentos estão escondendo os testes para questões especulativas.

A relevância: Saúde é prioridade, mas pagar caro para se testar a cada contato ou sintoma leve não é algo factível para grande parte dos brasileiros. Cotonetadas mais caras tendem a diminuir a testagem, o que pode ser crucial contra a Ômicron.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ