O Ibovespa não cedeu à pressão

Bateu os pés e subiu. Assim como aquele adolescente que decide fazer teatro, apesar das tentativas dos pais de o convencerem a fazer medicina, o Ibovespa foi duro na queda e resistiu à pressão do exteriorque despencou temendo a alta dos juros.

  • O principal índice da Bolsa brasileira subiu 0,28% ontem, aos 106.667 pontos, mesmo com os momentos de volatilidade durante o pregão.

O que sustentou a leve alta? O principal alicerce foram as ações ligadas às commodities, que se valorizaram com o aumento do preço do minério de ferro e do petróleo no mercado internacional.

Sobre o petróleo ⛽

Ontem, os preços do petróleo tipo Brent, referência para a Petrobras, chegou a ultrapassar suas máximas desde 2014. O mercado reagiu ao relatório da Opep de que a oferta pode ser prejudicada por conflitos políticos e pelo frio no hemisfério norte.

  • Com a oferta em risco, a clássica lei da economia agiu e os preços subiram.

E o dólar? A moeda americana fechou em alta de 0,61% nessa terça-feira, agora cotada a R$ 5,560, devido à maior aversão ao risco.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

CHAMPS

A primeira parte já foi

As competições sul-americanas tiveram os primeiros jogos do mata-mata nesse meio de semana. Com jogos cheios de situações interessantes, foi estabelecida uma marca incrível e

CHAMPS

A maior competição do ano

A rainha das provas do ciclismo começa hoje, em Copenhagen. O Tour de France é a maior competição do calendário do mundial, aliando glamour,

CHAMPS

Alívio no meio do furacão

A crise financeira ficou tão fora de controle, que o Barcelona teve que ver o maior jogador da sua história ir embora.

CHAMPS

Onde tudo começou

Nesse final de semana, acontecerá a nona etapa da Fórmula 1 em 2022, com o GP da Inglaterra. O circuito escolhido

MUNDO

Sinal de alerta nos Estados Unidos

Os economistas estão atentos. Foram divulgados, ontem, os gastos dos consumidores dos EUA em maio, trazendo más notícias — o PIB da maior economia