Boicote ao Spotify?

Breaking News. Após uma onda de boicotes iniciada pelo cantor Neil Young, ontem, o Spotify anunciou que adotará medidas para combater a desinformação sobre o coronavírus.

O recurso adicionará um rótulo a qualquer episódio de podcast que discuta o COVID, fornecendo um link para seu hub de dados. Além disso, serão proibidos conteúdos com informações médicas falsas ou que possam representar uma ameaça direta à saúde pública.

Como chegamos até aqui…

Na segunda, o cantor Neil Young disse que se Joe Rogan — podcaster acusado de espalhar desinformação sobre o COVID —, permanecesse na plataforma, ele sairia.

  • Resultado: Young saiu e Rogan ficou.

Para quem não conhece esse tal de Joe Rogan, é suficiente saber que ele comanda o podcast de entrevistas mais ouvido do Spotify nos EUA e teria recebido R$ 568 milhões para transmitir exclusivamente seu programa no aplicativo.

Ainda que outros nomes tenham aderido ao boicote — como Joni Mitchell e Bruce Springsteen —, dificilmente a plataforma abriria mão dos podcasts de Rogan que, além de atraírem novos ouvintes, rendem anúncios de mais de US$ 1 milhão.

O Spotify, então, anunciou as medidas para conter a desinformação, mas disse que nenhum episódio de Rogan violou as normas. O maior podcaste

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

ECONOMIA

E vamos de leilão…

Muitos bilhões em jogo. Nessa quinta-feira, a Aneel vai leiloar 13 lotes de linhas de transmissão de energia, que podem arrecadar