Jovens profissionais dão adeus à Argentina

Os hermanos vivem um déjà-vu de 2002. Na época, o país vizinho enfrentava sua pior crise econômica, política e social e, agora, o aeroporto parece ter voltado a ser a única saída para os jovens argentinos.

Além da economia, há também o fator segurança, e a imprensa local já vem chamando a onda migratória de “exôdo”. Segundo estatísticas, na verdade, o fenômeno atual pode ser ainda maior que no início do século.

Mais importante que os números… 🇦🇷

É a fuga de cérebros. De todos os emigrantes, a maior parte são jovens profissionais, muitas vezes altamente qualificados. Com isso, a Argentina acaba perdendo uma força de trabalho importante para o seu desenvolvimento econômico.

  • E, se o país não acordar e fizer algo a respeito, a coisa pode piorar — pelo menos no que depender dos argentinos.

Como assim? Segundo pesquisas locais, mais da metade dos jovens se mudaria da Argentina se pudesse. As maiores oportunidades surgem nas crises, mas quando dá pra fugir… risos.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ