Muitas contas de luz atrasadas por aqui

Em 2021, o atraso no pagamento na conta de luz bateu recorde — e não foi porque o brasileiro “esqueceu de pagar”.

Segundo a Aneel, mais de 39% das famílias de baixa renda atrasaram a fatura por pelo menos um mês no ano passado.

Os motivos para isso são, principalmente, dois:

  1. Os efeitos da pandemia na renda das famílias brasileiras;
  2. O encarecimento das tarifas por causa da crise hídrica.

Apesar da situação ter piorado em 2021, atrasar a conta não é um problema de hoje para as famílias de baixa renda — com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Desde 2012, a parcela desses consumidores com contas em aberto só cresce.

Outro dado interessante, que é outra razão para a inadimplência, é que, desde 2015, a conta de luz dos brasileiros subiu mais do que o dobro da inflação.

  • Se você visualiza melhor com números, desde então, a tarifa residencial teve alta de 114%, enquanto a inflação acumulada no período foi de 48%.

Quais as consequências disso? Se não pagar, luz cortada. Muitas famílias entraram, então, em um “looping” de atrasos — paga a mais antiga, mas já tem outra por vencer.

Zoom Out: Ainda que as faturas pesem mais para os mais pobres, no geral, 22,44% das famílias atrasaram o pagamento de pelo menos um mês em 2021.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

ECONOMIA

E vamos de leilão…

Muitos bilhões em jogo. Nessa quinta-feira, a Aneel vai leiloar 13 lotes de linhas de transmissão de energia, que podem arrecadar