A igualdade salarial para os jogadores de futebol nos EUA

Fim do processo. As jogadoras da seleção feminina de futebol dos EUA conseguiram chegar a um acordo judicial com a Federação de Futebol do país, em que receberão US$ 24 milhões por discriminação salarial com base em gênero.

Explicando… Há anos, a equipe feminina — que já conquistou quatro títulos da Copa do Mundo e quatro medalhas de ouro olímpicas — briga com o órgão regulador norte-americano do esporte por ganhar menos do que a equipe masculina.

  • Para cada US$ 1 ganho pelos jogadores homens, as mulheres ganham US$ 0,89, além dos bônus recebidos pela equipe masculina, que costumam ser quase o dobro da feminina.

O acordo ainda inclui a promessa de igualdade salarial para as duas equipes daqui para frente, e os US$ 22 milhões “atrasados” serão divididos entre as 61 mulheres no acordo — os outros US$ 2 milhões vão para um fundo pós-carreira e caridade.

Zoom Out: Embora a federação possa controlar quanto dinheiro vai para suas seleções, ela não tem controle sobre os prêmio da Copa do Mundo e de patrocínios, por exemplo, que diferem sob a justificativa de disparidade de audiência.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

ECONOMIA

E vamos de leilão…

Muitos bilhões em jogo. Nessa quinta-feira, a Aneel vai leiloar 13 lotes de linhas de transmissão de energia, que podem arrecadar