High dog đŸ¶

https://media.giphy.com/media/BUisdEenEwjLO/giphy.gif

🧐 Conheça a WeeDog

A WeeDog Ă© uma marca de roupas sustentĂĄves para cĂŁes, feitas com cĂąnhamo — um tipo de Cannabis — e com outros tecidos de recursos oferecidos pela natureza.

💰 Modelo de negócios

A empresa vende roupas para pets através de seu site, que estå em manutenção. Enquanto isso, a empresa estå realizando suas vendas pelo seu perfil do Instagram.

📈 Recebeu investimentos?

  • NĂŁo.

đŸ‘« Quem estĂĄ por trĂĄs desse negĂłcio?

Davidson Dias e Dianne Dias fundaram a WeeDog em 2018. (Ao clicar, vocĂȘ vai para o LinkedIn dele).

🔼 Nossa análise

Para começar, vamos contar de onde veio a ideia da WeeDog. Davidson nos contou que teve o seguinte sonho: estava em sua casa com o rapper Snoop Dog e viu seu cachorro passando com um roupa escrita WeeDog. Essa foi a brecha para Davidson começar a empresa, no Sul do Brasil.

Inicialmente, Davidson importava os tecidos dos EUA e fazia as roupas e camas para os pets. A marca se posicionava como uma empresa de produtos a base de Cannabis e todo seu marketing girava em torno da planta, o que resultou em:

  • Banimento de redes sociais;
  • Dificuldade em fazer propaganda;
  • Todos os produtos precisavam ser de cĂąnhamo.

Com a entrada da Dianne, a empresa decidiu mudar seu posicionamento de marca, indo de uma empresa focada em produtos feitos a base de Cannabis, para uma com foco na sustentabilidade.

Como fizeram isso?

  • Uso de novos materiais para fabricação dos produtos (fibra de coco, por exemplo);
  • Posicionamento de marketing como uma marca vegana.

Esse novo posicionamento trouxe para a empresa um novo mercado consumidor, aumentando o nĂșmero de possĂ­veis clientes e expandindo as vendas da empresa no Brasil, Estados Unidos e Europa.

Pontos de atenção:

O mercado PET Ă© bastante fragmentado. Os maiores players (Petz e Cobasi), juntos, representam “apenas” 11% do marketshare brasileiro. Pela dificuldade dos grandes em ganhar mercado, como a WeeDog vai se posicionar para abocanhar sua fatia desse bolo?

A produção dos tecidos a base de cĂąnhamo Ă© proibida no Brasil e, por isso, a empresa precisa importar o tecido para entĂŁo transformĂĄ-lo nos produtos que vende. Isso estĂĄ sendo “driblado” com o novo posicionamento de ser uma marca vegana, o que “tira a dependĂȘncia da Cannabis” e permite o uso de outros materiais.

https://media.giphy.com/media/ScZzMlETdv9mg/giphy.gif

📚 Para aprofundar

đŸ€” O que vocĂȘ faria se fosse o CEO?

Ler Ă© fĂĄcil, difĂ­cil Ă© fazer. Nos conte aqui o que vocĂȘ faria se estivesse no lugar dos founders. Qual seria sua estratĂ©gia, plano de ação, etc?

🩄 E o meu bizness?

Se vocĂȘ quer seu bizness analisado por nĂłs, clique aqui.

đŸȘ€ Lembre-se: Nenhuma anĂĄlise aqui Ă© comprada ou possui interferĂȘncia das empresas estudadas, é 100% independente.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

um MBA em forma de e-mail

sua dose de conteĂșdo sobre os assuntos mais relevantes do mundo dos negĂłcios. anĂĄlises nĂșmeros e insights.

INDICADOS PARA VOCÊ

BIZNESS

Estamos perdendo o bonde tech?

Voltando um pouco no tempo
 Ao olhar as empresas com maior valor de mercado do mundo, vemos algumas caras que não