Como fica o Brasil no meio dessa guerra?

Se o Leste Europeu parece muito longe de você, vamos mostrar que há uma conexão. A guerra entre Rússia e Ucrânia e todas as sanções envolvidas podem impactar nosso país, desde a agricultura até o preço da gasolina. Vamos por partes…

Os insumos agrícolas 👨‍🌾 👩‍🌾

Como falamos ontem, os principais bancos da Rússia foram retirados do SWIFT, o serviço global de comunicação entre instituições financeiras.

Como a medida impede a transferência de dinheiro entre países, os importadores brasileiros podem não ter como pagar — e receber — pelo que compram da Rússia.

  • E o que compramos? Das 100 categorias mais importadas pelo Brasil no mercado global, 8 vêm da Rússia — a maior parte envolvendo produtos químicos e fertilizantes, usados na nossa produção agrícola.

Com isso, o agronegócio pode ter que repassar uma safra mais cara ao consumidor, fazendo com que o o preço dos alimentos continue subindo por mais tempo.

  • Além disso, sem poder transacionar, o Brasil perde um grande comprador: Em 2021, a Rússia importou quase US$ 350 milhões de soja brasileira, mais de US$ 320 milhões em carnes e US$ 130 milhões de café em grãos.

Petróleo e outras commodities 🛢️

Tudo que a Rússia exporta deve ficar mais caro. Com isso, principalmente o petróleo, o gás natural e o trigo sofrerão aumento no preço.

Nesse ponto, a perspectiva é de sofrermos mais com o petróleo, que interfere na gasolina, no diesel e nos derivados, como borracha e plástico.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

ECONOMIA

E vamos de leilão…

Muitos bilhões em jogo. Nessa quinta-feira, a Aneel vai leiloar 13 lotes de linhas de transmissão de energia, que podem arrecadar