Peloton versão tupiniquim

Dizem que quando fazemos exercício sem registrar no smartwatch, as calorias não contam. risos. Brincadeiras à parte, a prática de atividades físicas conectadas à internet é uma tendência que vem crescendo cada vez mais.

📈 Speaking in numbers… Esse mercado global tem um crescimento de 25% ao ano e, considerando os aplicativos fitness, pode chegar a US$ 120 bilhões em 2030.

  • Aproveitando a tendência, uma startup brasileira de aluguel e assinatura de equipamentos fitness lançou uma bike de spinning conectada à internet.

Basicamente, é a bicicleta elétrica que virou cabide em muitas casas, mas com orientação para a atividade e acesso aos dados do atleta que prefere ficar na sala.

Lembrou de algo? 

O formato da ZiYou remete ao modelo da americana Peloton, que chegou a ser avaliada em US$ 50 bilhões no auge de sua popularidade — um benchmark e tanto. Apesar do seu custo mais acessível, a marca brasileira já chega com seu alerta…

“inspiração americana” bombou de vender durante a pandemia, mas viu suas ações caírem 83% em 2021 com a reabertura das academias e o surgimento de alguns rivais. O desafio é conquistar quem prefere pedalar em casa, apesar de ter outras opções — seja na academia ou ao ar livre.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ