O Walmart está percebendo que cigarros não combinam com saúde

“Dã”. O Walmart — o maior varejista de tijolo e argamassa do mundo, com mais de 5 mil lojas só nos EUA — anunciou que está retirando os cigarros das prateleiras de alguns de seus estabelecimentos na Califórnia, na Flórida, em Arkansas e no Novo México.

  • No lugar, entrarão self-checkouts e comidas para a viagem, por exemplo. 

Geralmente, quando uma empresa retira um produto de cena, é porque ele não está mais vendendo como antes. No caso do Walmart, há uma estratégia por trás…

A empresa, que já é uma das maiores redes de farmácias dos EUA, está tentando construir um império de saúde — no ano passado, por exemplo, sua divisão médica comprou a MeMD, uma provedora de telessaúde.

  • Com isso, as tensões entre vender produtos tão maléficos no meio de uma expansão de saúde provocaram um debate interno na empresa. 

Alguns executivos opinaram que o Walmart não deveria policiar moralmente seus clientes, enquanto outros defenderam que abrir espaço para os caixas de autoatendimento ajudaria a economizar com mão de obra.

Zoom Out: Em alguns locais, como em NYC, o Walmart já não pode vender cigarros porque os municípios proíbem a venda de tabaco em farmácias. A concorrente Target, enquanto isso, parou de vender cigarros completamente em 1996, e a CVS, em 2014

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ