O que ainda n√£o te falaram sobre o investimento de Musk no Twitter ūüź¶

Se voc√™ vive em algum lugar do planeta Terra, deve ter visto que o tuiteiro nato Elon Musk comprou quase 10% das a√ß√Ķes do Twitter na semana passada, por US$ 3 bilh√Ķes.

Hoje, vamos falar do ocorrido sob uma ótica que você, provavelmente, não viu por aí.

Com a not√≠cia, as a√ß√Ķes da companhia dispararam 30% e o volume negociado dos pap√©is da rede social bateu um recorde hist√≥rico ‚ÄĒ com mais de US$ 13 bi movimentados.

Deu pra entender a relev√Ęncia, n√©? ūüė≥

Pra te dar uma no√ß√£o de grandeza ainda melhor, os US$ 3 bilh√Ķes gastos por Musk nessa compra representam cerca de 1% de seu patrim√īnio. Fez nem c√≥cegas no bolso. risos.

Se o objetivo n√£o √© financeiro, o que est√° por tr√°s dessa aquisi√ß√£o? Ele agora pode influenciar pr√°ticas e opinar em decis√Ķes estrat√©gicas do neg√≥cio ‚ÄĒ ainda que ele tenha desistido de fazer parte do conselho da companhia.

E j√° est√° fazendo isso com suas enquetes‚Ķ ūüďĚ

O mais novo dono do Twitter est√° adorando tomar decis√Ķes baseadas no que os usu√°rios da rede social pensam.

Quer um exemplo? A empresa vai lan√ßar um recurso que permitir√° editar tweets j√° postados ‚ÄĒ ap√≥s uma enquete feita pelo bilion√°rio.

Jeff Bezos ‚ÄĒ seu companheiro do clube dos bilion√°rios ‚ÄĒ rapidamente deu sua sugest√£o, mostrando o que ele fez na Amazon em Seattle.

O outro poss√≠vel motivo da compra‚Ķ M√≠dia √© poder ūüí™

Ou voc√™ acha que o objetivo de Bezos ao comprar o tradicional jornal The Washington Post em 2013, por US$ 250 milh√Ķes, foi ganhar dinheiro com a valoriza√ß√£o do ve√≠culo de m√≠dia?

  • Para o Jeffinho ‚ÄĒ assim como na recente investida de Musk ‚ÄĒ, o pre√ßo √© insignificante. O que vale, no caso, √© ter o controle de um ve√≠culo altamente respeitado, com quase 150 anos de credibilidade.

Voltando ao Musk‚Ķ Ele j√° enfrentou diversos problemas com √≥rg√£os reguladores ‚ÄĒ e no pr√≥prio Twitter ‚ÄĒ por conta de seus pol√™micos tweets, que, volta e meia, criticam pol√≠ticos e influenciam mercados, como o de criptomoedas ou o acion√°rio.

Ao ter mais controle sobre a rede social, ele pode influenciar no que é considerado liberdade de expressão e no que infringe as políticas de uso da plataforma.

Ah, sim, o gr√°fico‚Ķ ūüďä

A viralização de Musk na rede social do passarinho é tão grande, que contribui para que a Tesla praticamente não invista em marketing para vender seus carros. Veja no gráfico:

Musk √© mais famoso que as marcas ūü§≥

O empres√°rio supera qualquer outra marca de carro em n√ļmero de seguidores no Twitter. S√£o mais de 80 milh√Ķes de pessoas acompanhando seus tweets, al√©m de mais 15 milh√Ķes seguindo a Tesla.

  • Para efeito de compara√ß√£o, a Hyundai possui pouco mais de 400 mil, a Honda, cerca de 1 milh√£o e a Volvo quase 250 mil. S√≥ pra refor√ßar: M√≠dia √© poder.

Falando nisso… Tem outro assunto diretamente ligado a essa questão de poder que as BIG TECHs estão mais ligadas no que nunca. Mas, pro texto não ficar tão grande, fica pra edição da terça que vem. Não vai perder, hein?

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ