O presidente do Chile está em apuros

Em tempo recorde. Depois de apenas seis semanas no cargo, Gabriel Boric — tido como o novo rosto da esquerda latino-americana — viu seu índice de rejeição subir mais de 30 pontos percentuais.

O que aconteceu? 🇨🇱

Boric foi eleito em uma vitória esmagadora depois de uma onda de protestos no Chile, com o discurso de transformar o país em um modelo de desenvolvimento verde, não mais neoliberal.

Só que… A economia chilena está cambaleando e a criminalidade só aumenta, problemas somados à inflação e aos problemas globais de logística. Além disso, não há uma coalizão para fazer as coisas acontecerem como planejado no Congresso.

O resultado tem sido um sonoro “não gostei” por grande parte da população, que não está vendo o governo avançar em iniciativas que resolvam seus problemas.

E as críticas vem dos dois lados… 🤜

  • Os da esquerda, com os quais ele formou uma aliança, estão dizendo que ele não leva a sério o fim do neoliberalismo. 
  • À direita, ele é considerado ingênuo por menosprezar os mercados de capitais e os investidores estrangeiros.

Em números: A desaprovação de Boric está em 50%, e mais cidadãos votariam para rejeitar a nova Constituição que está sendo redigida do que aprová-la.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ