O óleo de palma virou o novo vilão da economia

Dá pra substituir por azeite? Começou a valer o que os mercados estão chamando de um dos casos mais drásticos de protecionismo alimentar desde o início da guerra na Ucrânia: a Indonésia proibiu as exportações de óleo de palma

  • Protecionismo alimentar: É quando um governo toma uma medida para proteger seu abastecimento de comida, podendo prejudicar outros países.

“Não cozinho com óleo faz tempo…” Calma, é um pouco mais sério do que você pensa. O óleo de palma é usado em tudo quanto é tipo de produto — macarrão instantâneo, sorvete, sabonetes, batons e até tintas para impressão.

Por que a Indonésia fez isso? O país, que responde por 1/3 da oferta mundial do insumo, decidiu interromper as exportações para garantir que sua própria população não sofresse com a escassez do produto. 

A relevância… Os preços do óleo de palma devem disparar, afetando até mesmo empresas como a Unilever, que o usa no sabonete Dove e na maionese Hellmann’s, por exemplo, e disse que deve subir seus valores por causa disso. 

O Banco Mundial chegou a alertar que o mundo pode estar à beira do “maior choque de commodities” desde os anos 70. Com a globalização, uma pequena marola pode se transformar em um tsunami.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ