Por que negócios que não lucram valem bilhões?💰 

O principal objetivo de uma empresa, em geral, é dar lucro. Ou ao menos deveria ser. Para pagar os funcionários, melhorar o produto ou serviço e crescer cada vez mais o negócio, o senso comum diria que é preciso lucrar.

  • No entanto, existem empresas que não seguem essa regra e são bilionárias.

Antes de te falarmos porque isso acontece e quais os riscos e vantagens por trás dessa estratégia, veja abaixo algumas empresas que você provavelmente usa — ou já usou — e que não são lucrativas:

Pra você ficar de cabelo em pé…

Veja quanto cada uma dessas companhias estava valendo, aproximadamente, no fechamento de ontem do mercado:

  • 🚗 Uber: US$ 45 bilhões;
  • 👻 Snap: US$ 38 bilhões;
  • 🏡 Airbnb: US$ 72 bilhões;
  • 🐦 Twitter: US$ 37 bilhões;
  • 🏦 Nubank: US$ 24 bilhões;
  • 🎧 Spotify: US$ 20 bilhões.

Mas por que elas valem tanto, mesmo sem dar lucro? 🤔

É uma boa pergunta. O que justifica esse valor é a expectativa dos investidores de que, no futuro, elas passarão a dar resultados positivos e, com isso, valerão mais do que valem hoje.

E é justamente essa expectativa de crescimento que faz o mercado precificar tais empresas em valores tão altos.

Aqui vão 3 companhias que conseguiram… 🏆

📦 Dropbox: A empresa por trás do serviço para armazenamento e partilha de arquivos na nuvem nunca havia sido lucrativa, até que, no ano passado, obteve um lucro de quase US$ 350 milhões. Em 2020, o prejuízo havia sido de cerca de US$ 250 milhões.

🖼️ Pinterest: Assim como o Dropbox, a rede social de compartilhamento de fotos teve seu primeiro lucro no ano passado, de mais de US$ 300 milhões, contra um prejuízo de quase US$ 150 milhões no ano anterior.

⚡ Tesla: Até 2019, a empresa de Musk não havia dado lucro — o que gerava muitas dúvidas sobre a viabilidade do negócio. Para você ter uma ideia, em 2017, o prejuízo foi de quase US$ 2 bi. Até que, em 2020, registrou um lucro de mais de US$ 700 milhões. Em 2021, foram US$ 5,5 bilhões.

  • Sem falar que, no 1T deste ano, os resultados foram surpreendentes. A Tesla lucrou US$ 3,3 bilhões — 7 vezes mais que no ano anterior. O valor já representa 60% do que ela lucrou em 2021 inteiro.

Regra ou exceção? 💭

Assim com essas empresas, a Amazon também demorou muitos anos para se tornar lucrativa.

Com sua política de preços extremamente baixos para atrair novos clientes, conquistou boa parte do mercado de comércio eletrônico, mesmo tendo prejuízos financeiros.

Por outro lado, o cemitério dos perdedores é silencioso. Pode ser que a Amazon e outras empresas que reverteram a situação sejam exceções — e não a regra. Todos conhecem as histórias de sucesso, mas as de fracasso — mais frequentes — muitas vezes passam despercebidas.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ