Biden está disposto a brigar com a China

Disse e repetiu. Depois de afirmar que defenderia Taiwan militarmente em um possível ataque chinês, o presidente dos EUA, Joe Biden, voltou a dizer ontem que segue com esse posicionamento.

  • A primeira fala já havia irritado a China, que considera que a ilha democrática deve ser colocada de volta sob seu controle. 

Para os chineses, essa é a questão mais sensível e importante em seu relacionamento com Washington. A fala de Biden foi um marco, afinal, até então, os EUA não saiam da moita.

Com o posicionamento, foi trazida mais uma incerteza geopolítica. Durante décadas, os americanos seguiram uma política de ambiguidade estratégica em relação a Taiwan, deixando a questão “no ar”. 

Zoom Out: Um possível confronto entre EUA e China é apontado como um dos principais riscos de uma nova guerra no mundo. À luz da invasão da Ucrânia, o medo está na possibilidade de um aumento da presença chinesa em Taiwan terminar em conflito.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

ECONOMIA

E vamos de leilão…

Muitos bilhões em jogo. Nessa quinta-feira, a Aneel vai leiloar 13 lotes de linhas de transmissão de energia, que podem arrecadar