Robôs policiais vigiam cidadãos em Singapura 🤖

Fumou em área proibida, mas ninguém ficou sabendo? Se você mora em Singapura, no sudeste asiático, cuidado: um robô-patrulha pode estar de olho em você.

  • Apelidado de Xavier, o robô é a mais recente arma incorporada ao arsenal de tecnologia de vigilância da cidade, onde a população é rigidamente controlada.

Como funciona: As máquinas são dotadas de sete câmeras e alertam a população quando detectam “comportamentos sociais indesejáveis”. Por enquanto, ainda estão em fase de teste.

Quais comportamentos são esses, dênius? Fumar em áreas proibidas, estacionar bicicletas indevidamente, violar as regras de distanciamento social e até restrições às gomas de mascar — jogou chiclete na rua, pagou mil dólares de multa.

Singapura se tornou um exemplo mundial de vigilância, com várias ferramentas para rastrear seus habitantes: de câmeras de segurança até postes de luz com tecnologia de reconhecimento facial.

Mas nem tudo são flores… 🧐

Enquanto as autoridades defendem uma visão de “nação inteligente”, os ativistas dizem que a privacidade está sendo sacrificada e as pessoas têm pouco controle sobre o que acontece com seus dados.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

STORIES

Partilhar

Que amor tão grande Tem que ser vivido a todo instante A cada hora que eu tô longe é um

STORIES

Sentimento feliz

A Ana e o Bruno se conheceram na Alemanha. Ele estava no país pelo Ciências sem Fronteiras, enquanto ela tinha ido cursar toda a

CHAMPS

Do jeito que o povo gosta

A primeira perna de quase todos os confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil aconteceram ontem e anteontem, com jogos bem

CHAMPS

Na corda bamba

Não está nada fácil. A seleção brasileira de vôlei masculino está passando por uma fase de altos e baixos. Se a expectativa

CHAMPS

A melhor etapa do ano

Após ficar de fora por dois anos do circuito mundial da WSL, o Brasil voltou a ser palco de uma etapa do

CHAMPS

Isolou?

A grande treta do ano na Fórmula 1 é o porpoising, que, em bom português, são aquelas quicadas que os monopostos dão